Você está aqui
Home > Destaque1 > PARAÍBA OCUPA 5ª POSIÇÃO NA APREENSÃO DE ARMAS DE FOGO

PARAÍBA OCUPA 5ª POSIÇÃO NA APREENSÃO DE ARMAS DE FOGO

 

As operações de prevenção e repressão qualificadas, realizadas pelas Polícias Militar e Civil da Paraíba, apreenderam um total de 3.502 armas de fogo em 2020. Com esse número, a Paraíba foi o 5º Estado do país que, proporcionalmente, mais retirou armamento das ruas, segundo o Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. De acordo com o documento, publicado na última quinta-feira (15), a taxa de apreensões na Paraíba é de 86,7 armas por 100 mil habitantes, inferior apenas às taxas de Minas Gerais (126,8), Rondônia (103,3), Espírito Santo (95,7) e Tocantins (93,6). O secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Jean Nunes, destacou que o combate à circulação de armas de fogo ilegais sempre foi uma das estratégias mais importantes no combate à violência no Estado. “Mantivemos o trabalho voltado para as apreensões, que impactam diretamente nos crimes violentos, tanto homicídios, quanto roubos. Dessa forma, no ano passado tivemos 3,5 mil armas fora das ruas”, frisou. Em 2011, 84% dos assassinatos ocorreram com esse instrumento e o percentual caiu para 74% em 2019. No Estado, a apreensão de armas de fogo é fomentada por um Bônus Pecuniário, que vai de R$ 600 a R$ 1.500, de acordo com o tipo de armamento. As apreensões também ocorrem independente das operações e são realizadas pelas guarnições que circulam diuturnamente em todas as regiões do Estado.

 

Fonte: A UNIÃO

Top