Vítimas contam horror nas mãos de bandidos

Domingo, 09 de março de 2008.

Vítimas contam horror nas mãos de bandidos

“Ele não levou objetos; levou a nossa paz e tranqüilidade”

Cristina Fernandes e Henriqueta Santiago

“Chorei nos pés dele (assaltante), pedindo pelo amor de Deus para que não amordaçasse minha filhinha”
Maria dos Santos, dona de casa

“Passei horas presa dentro da mala do meu carro. Meu sentimento era de medo. Foi Deus quem me salvou!”
Ana Viana, Advogada

“Pisquei os olhos duas vezes. O policial não entendeu meus sinais. Ai percebi que só Deus poderia me salvar”.
João, morador dos Bancários

“Agora estou gastando muito mais com segurança privada e o cuidado com os filhos esta redobrado. Continuamos reféns”.
Sâmia Almeida, empresária

Seis famílias que tiveram suas casas invadidas por bandidos, seus parentes ameaçados e seus bens roubados, em 10 dias, fizeram um “pedido de socorro” às autoridades do Estado. Abaladas, as vitimas dessa onda de violência fazem apelo a policia pedindo mais segurança, policiais nas ruas e estrutura para que a policia possa combater a criminalidade.