SSPC/PB E ASPOCEP PEDEM AGILIDADE NO ENVIO DA LOPC/PB PARA AL

PUBLICIDADE
JORNAL O NORTE

INFORMATIVO SINDICATOS EM AÇÃO

A6 JOÃO PESSOA/PB – TERÇA-FEIRA, 17 DE JUNHO DE 2008

SSPC/PB E ASPOCEP PEDEM AGILIDADE NO ENVIO DA LOPC/PB PARA AL

1 – As legitimas entidades sindical e associativa da polícia civil, Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba – SSPC/PB e Associação dos Servidores da Polícia Científica do Estado da Paraíba – ASPOCEP, foram recebidas pelo secretário da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado Eitel Santiago de Brito Pereira, que reafirmou perante as lideranças sindicais que a SEDES em nome do Governo manterá as portas abertas ao dialogo com as entidades acima referidas, afirmando que o radicalismo e ameaças nada constrói na democracia atual, naquela oportunidade Antonio Erivaldo Henrique de Sousa presidente do SSPC/PB, solicitou de Eitel que fosse feita gestão junto ao Secretario da Administração Estadual e ao governador Cássio Cunha Lima no sentido de que o novo estatuto da polícia civil que ora vem sendo denominado de LOPC/PB, seja enviado para Assembléia Legislativa do Estado em caráter de urgência e seja aprovada antes do recesso parlamentar, se possível através de uma Medida provisória.

Já o presidente da ASPOCEP, Carlos Alberto Gomes da Costa, fez uma justa defesa em favor da classe dos papiloscopistas e demais cargos, afirmando a necessidade destes profissionais integrantes do quadro da polícia científica de que seja exigido o curso superior para o ingresso nas carreiras, para que se tenha uma melhor qualificação profissional, afirmou ainda que em vários Estados da Federação já é exigido o nível superior, inclusive Carlos fez referencia que em Brasília e outros Estados este cargo é denominado de “Perito Papiloscópico”, com o avanço da Tecnologia e da Informática os papiloscopistas tem dado uma grande contribuição no desvendamento de crimes insolúveis, inclusive assinado laudos periciais; defesa técnica bastante interessante que fez Eitel Santiago encaminhar o representante da ASPOCEP para discutir melhor o assunto hoje com a equipe técnica da administração comandada por Janeuza Cedrim.

TODOS JUNTOS CONTRA A PEC 549, EM FAVOR DE TODOS OS POLICIAIS CIVIS DO BRASIL!

2 – A COBRAPOL – CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS, juntamente com a FENAPEF – FEDERAÇÃO NACIONAL DE POLICIAIS FEDERAIS, vem empreendendo uma árdua luta no Congresso Nacional, junto aos parlamentares para que não votem à Pec 549/2006 (Proposta de Emenda Constitucional), que transforma a carreira de delegado em carreira jurídica equiparando seus salários aos do Ministério Público. O representantes da COBRAPOL Janio Bosco. Gandra e o Presidente da FENAPEF Marcos Vinício Wink, realizaram várias tentativas de negociações com a entidade representativa dos Delegados – ADEPOL/Brasil, para que fosse incluída todas as carreiras da Polícia Civil na PEC, mas não conseguiram chegar a um consenso. “O abismo existente hoje entre a classe dos Delegados e as demais classes na polícia civil é um obstáculo que prejudica enormemente o serviço prestado à sociedade” afirma Jânio B. Gandra, presidente da COBRAPOL”.

PALAVRA PARA REFLEXÃO

3 – Provérbios 12:25 – “A ansiedade no coração do homem o abate; mas uma boa palavra o alegra”.