Sindicato denuncia que operações nas divisas são realizadas sem infra-estrutura – Policiais estão sem receber diárias

ÚLTIMASPoliciais estão sem receber diárias

A-8 Paraíba * Domimgo, 26 de outubro de 2003


Sindicato denuncia que operações nas divisas são realizadas sem infra-estrutura

Foto feita por sindicalista revela falta de infra-estrutura na delegacia localizada em cajazeiras

      Policiais civis paraibanos, lotados na 5ª e 9a Superintendência de Policia Civil, localizadas nos municípios de Patos e Cajazeiras, respectivamente, não estão recebendo diárias e passam fome durante o período que participam da Operação Fronteiras Integradas. A denuncia foi do presidente do Sindicato da categoria, Antônio Erivaldo.
A Operação Fronteiras Integradas é composta por um grupo de policiais civis, militares, federais e rodoviários federais de vários estados do Nordeste e criada com o objetivo de proteger as divisas dos estados da região, inclusive à Paraíba.
“A idéia de reforçar as fronteiras é boa, não resta duvida. Agora, a Secretaria de Segurança Publica da Paraíba tem que dar apoio e estrutura para que os policiais trabalhem despreocupados e, principalmente, alimentados. Os policiais civis não estão recebendo diárias e só comem quando os prefeitos das cidades fornecem café, almoço e jantar, ou pagam do próprio bolso. Existem policiais que não recebem diárias há quatro meses”, explica o presidente.
Erivaldo denuncia, ainda, a falta de armamentos de grosso calibre e coletes a prova de bala, durante a realização da Operação Fronteiras. “Muitos trabalham desprotegidos e, consequentemente, preocupados com a sua integridade física. Isso não pode, acontecer com os nossos policiais. Há casos onde os  policiais civis não têm sequer treinamento com simples revólveres. Existem  aqueles policiais que não atiram com uma arma de fogo há 10 anos”, alerta.