Você está aqui
Home > 2013 ARQUIVO HISTÓRICO > SECRETÁRIO MANDA INVESTIGAR CONDUTA DE AGENTES PENITENCIÁRIOS..

SECRETÁRIO MANDA INVESTIGAR CONDUTA DE AGENTES PENITENCIÁRIOS..

waltervirgolino2013O secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Wallber Virgolino, afirmou nesta quinta-feira (14), durante uma entrevista coletiva, que 17 processos, para investigar os funcionários da Secretaria de Administração Penitenciária, foram abertos este ano.

“Desde que assumi a Seap, no começo deste ano, já abri 17 processos para apurar a conduta de funcionários do Sistema Penitenciário da Paraíba. Não vamos abrir mão da regra. Quem estiver envolvido com alguma irregularidade, vai ser severamente punido, inclusive com a expulsão”, afirmou.

Ainda durante a entrevista coletiva na Central de Polícia, o secretário afirmou que por enquanto, está descartada a possibilidade da Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o presídio do Roger, ser desativada. “O Roger ainda é necessário ao Sistema Penitenciário do estado”, disse.

Em janeiro, o secretário afirmou, durante entrevista, que duas unidades prisionais serão construídas na Paraíba. “Com a criação dessas novas unidades, de certa forma, nós vamos desafogar os presídios da Paraíba e ao longo do tempo vamos tentar desativar o presídio do Roger”, disse Wallber. A data para início da obras ainda não foi definida, mas cada unidade prisional deve abrigar 300 detentos.

Wallber Virgolino confirmou a existência de grupos criminosos em presídios da Paraíba, mas negou a existência de facções. “Facções são grupos mais organizados e o estado não tem esse tipo de organização. No entanto, todas as ações que estamos realizando têm como objetivo fragilizar ainda mais esses grupos, que não são tão fortes como pensam”, disse.

Desde o início de 2013, o presídio do Roger se viu envolvido em uma série de problemas. O mais recente deles aconteceu na terça-feira (12), quando durante uma operação foi encontrado um túnel no pavilhão 3 da unidade. Na tarde de quarta-feira (13) uma nova ação foi feita no presídio para verificar a extensão do túnel.

Tumultos do Roger em 2013
6 de janeiro – Dois detentos do presídio do Roger morreram. De acordo com a polícia, as mortes aconteceram depois de uma briga entre presos do mesmo pavilhão. No dia 7 de janeiro, a polícia instaurou uma sindicância para apurar as causas das mortes.

1º de fevereiro – Na noite da sexta-feira, sete presos espancaram outros dois no Presídio do Roger. Segundo o gerente executivo do Sistema Penitenciário, o tenente coronel Arnaldo Sobrinho, eles foram espancados com murros, socos e pontapés. Um deles teve a orelha machucada. Ambos foram levados ao Hospital de Trauma de João Pessoa, medicados e retornaram ao presídio, de acordo com o tenente coronel.

4 de fevereiro – Um detento foi encontrado morto com marcas de enforcamento na área de reconhecimento do Presídio do Roger. Após o crime, detentos iniciaram um tumulto que foi contido ainda na noite. Um detento ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma. O estado de saúde do paciente é considerado regular.

FONTE:
Redação – SINDEPOL

Top