Resposta a Eitel

Helder Moura – Terça, 26 de Fevereiro de 2008

Resposta a Eitel

As críticas do secretário Eitel Santiago (Segurança) ao prefeito Ricardo Coutinho, publicadas, ontem, pela Coluna, foram rebatidas pelo porta-voz da Prefeitura Ubiratan Pereira. Eitel tinha responsabilizado o prefeito pelo festival de assaltos a casas loterias em João Pessoa.
Diz Ubiratan: “Ao responsabilizar a Caixa Econômica Federal, as Lotéricas e até o prefeito Ricardo Coutinho pelos assaltos que estão ocorrendo em João Pessoa, o secretário de Segurança Pública, Eitel Santiago, mostra que está totalmente perdido no comando de sua pasta”.
Afirma ainda Ubiratan Pereira: “Se ele não consegue enfrentar a bandidagem com coragem e inteligência, ao invés de procurar os culpados deveria pedir ajuda à sociedade e aos poderes constituídos. Ou então pedir o boné e permitir que alguém mais capaz assuma o cargo”.
O porta-voz até repete palavras do próprio prefeito, ao Correio Debate TV: “A Prefeitura de João Pessoa tem feito muito para melhorar a segurança e combater a marginalidade. Somos a Capital reconhecida como a que mais investiu em iluminação pública nos últimos anos”.
E arremata: “Investimos na geração de empregos, com o Empreender, e na base social, com construção de creches e escolas, além de promovermos a restauração de praças e apoiarmos decisivamente a cultura e o esporte, atividades que afastam os jovens do terrível mundo das drogas e do crime”.

Sobrou pro secretário

O prefeito Ricardo Coutinho ficou realmente aborrecido de ser responsabilizado, pelo secretário Eitel, pelos assaltos às casas lotéricas: “Daqui a pouco, o secretário de Segurança vai responsabilizar as pessoas vítimas de assaltos, de estupros ou seqüestros, em João Pessoa, por terem sido vítimas dos bandidos. Isto é um absurdo!”

Fúria

A Coluna recebeu vários emails de funcionários da Caixa Econômica Federal contra declarações do secretário Eitel, por associar a instituição a escândalos como o mensalão.