PRESO 5 SUSPEITOS DE ENVOLVIMENTO NO ASSASSINATO DE POLICIAL EM ARARA

Presos 5 suspeitos de envolvimento no assassinato de policial em Arara

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do trabalho desenvolvido pela 21ª delegacia seccional, com sede em Solânea, prendeu nas cidades de Cacimba de Dentro e Arara, 5 pessoas e apreendeu um adolescente.

Todos são suspeitos de envolvimento no assassinato do escrivão Marcos Rosas, durante uma festividade no município de Arara, na noite da segunda-feira (3).

No momento da prisão e apreensão, houve reação e ocorreu um confronto com troca de tiros.

Outro adolescente, de 15 anos, morreu.

De acordo com o titular da seccional, delegado Diógenes Fernandes, o assassinato do policial ocorreu quando três homens se aproximaram do escrivão, no meio da festa de rua.

“As investigações realizadas pela Polícia Civil apontaram que no local estava um olheiro. Esta pessoa ficou responsável por indicar aos três executores quem era o escrivão Marcos Rosas e o local exato onde ele estava. O assassinato foi consumado na festa que celebrava o resultado das eleições na cidade”, disse o policial.

Segundo as investigações, provavelmente, a motivação estaria ligada ao fato da atuação do policial que se debruçava sobre uma investigação de tráfico de drogas no município. A Polícia Civil chegou até os suspeitos depois de vários levantamentos junto à comunidade, iniciados ainda na noite desta segunda-feira (3) e contou com um deslocamento de policiais civis de toda a região.

“Quando começamos as investigações, descobrimos que três envolvidos estavam na cidade vizinha: Cacimba de Dentro e um residia em Arara mesmo, que era o apontado como o olheiro. Na abordagem policial, houve troca de tiros e um adolescente de 15 anos foi ferido e morreu. Outro de 17 anos foi apreendido. Nos nossos dados, encontramos ainda a participação de um quinto adulto, que seria o responsável por fornecer as armas para o homicídio”, afirma o delegado.

Com o grupo foram apreendidos 3 revólveres calibre 38 e munições.

Os presos foram encaminhados para a sede da delegacia seccional, em Solânea, onde prestaram depoimento.

O adolescente foi encaminhado para Campina Grande, e será levado para um abrigo de menores.

Os suspeitos devem responder pelo crime de homicídio e aguardarão as decisões judiciais, em uma unidade prisional do Estado.

Fonte: http://www.helenolima.com/noticia