Você está aqui
Home > 2012 ARQUIVO HISTÓRICO > POLICIAIS DO RIO DECLARAM GREVE, MAS COMANDO DA PM NEGA PARALISAÇÃO

POLICIAIS DO RIO DECLARAM GREVE, MAS COMANDO DA PM NEGA PARALISAÇÃO

polriogreve2012Rio de Janeiro, 10 fev (EFE).- Os policiais e bombeiros do estado do Rio de Janeiro decretaram greve na noite de quinta-feira, a apenas uma semana para o início do carnaval, mas o Comando da Polícia Militar afirma que todas as unidades estão em pleno funcionamento.

Leia também:

Associação de oficiais da PM da Bahia não adere à paralisação
Policiais civis, militares e Corpo de Bombeiros decretam greve no Rio
‘Se anistiar, aí vira um país sem regra’, afirma Dilma sobre PMs
Autoridades de Salvador garantem carnaval com ou sem greve
Após reunião, policiais decidem manter greve na Bahia

A greve foi decretada apesar do aumento salarial aprovado pelo Governo do Estado, que foi considerado insuficiente. Com esta declaração, o Rio de Janeiro seguiria os passos da Bahia, onde há 11 dias os policiais estão sem trabalhar reivindicando melhoras salariais.

Além de um melhor salário, os policiais e bombeiros do Rio exigem a libertação de um de seus líderes, o cabo Benevenuto Daciolo, que foi detido na quinta-feira ao retornar de Salvador, onde prestava apoio aos grevistas da Bahia.

A Assembleia Legislativa do Rio aprovou com antecipação um reajuste salarial de 39% para os policiais e bombeiros que estava previsto para outubro de 2013. Apesar disso, os policiais se decidiram pela greve e culparam o governador Sérgio Cabral pela decisão.

O diretor jurídico do Sindicato de Policiais Civis, Francisco Chao, afirmou que a greve será pacífica e que não será permitido que os agentes cometam atos de vandalismo. A Polícia Civil e Militar e os Bombeiros do Rio de Janeiro somam cerca de 70 mil homens.

Entretanto, o Comando da Polícia militar divulgou em nota que na madrugada de sexta-feira todas as unidades estavam em pleno funcionamento e que não havia paralisação de nenhum tipo de serviço ao cidadão.

O Rio de Janeiro se prepara para o carnaval, que começará na próxima sexta-feira e atrai milhares de turistas do Brasil e do exterior. O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, afirmou na quinta-feira que está garantida a segurança do carnaval carioca.

“Nosso foco é o interesse público e a manutenção da paz no estado do Rio de Janeiro”, disse Beltrame, que afirmou confiar que o “bom senso” dos policiais não permitirá atos de vandalismo como os registrados na Bahia. EFE

Top