Você está aqui
Home > 2008 ARQUIVO HISTÓRICO > Policiais civis e federais paralisam as atividades

Policiais civis e federais paralisam as atividades

logoMARCAJPB2010

Por: JOÃO PAULO MEDEIROS

Cerca de 1.700 policiais civis e federais da Paraíba realizaram, durante todo o dia de ontem, uma paralisação das atividades em advertência e para divulgar reivindicações da categoria, como a implantação de uma carreira única e o aumento dos salários para 70% dos vencimentos pagos aos delegados, no caso dos policiais civis. Já os integrantes da Polícia Federal e também os policiais civis pedem a não aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC 549/2007), que está no Congresso Nacional e poderia prejudicar as funções de agentes, escrivães, peritos e motoristas, já que transforma apenas a função de delegados em carreira jurídica e busca igualdade salarial com o Ministério Público.
A mobilização aconteceu nos 27 Estados do país, conforme os organizadores. Segundo o vice-presidente da Associação dos Servidores da Polícia Civil SSPC/PB, Francisco Camilo de Sousa, apesar da paralisação das atividades 30% da categoria continuou trabalhando normalmente, conforme diz a lei.
A paralisação teve início às 8h e acabou no início da noite. De acordo Wilson Gadelha, representante do Sindicato dos Policiais Federais da Paraíba (Sinpef/PB) em Campina Grande, os cerca de 400 integrantes da categoria no Estado aderiram à paralisação.
“Todos aderiram tanto em Campina Grande como em João Pessoa e no Sertão do Estado. Mas estamos mantendo o plantão normal para atendermos os casos de urgência”, frisou Wilson Gadelha.

Top