POLICIAIS ADIAM INDICATIVO DE GREVE E DIZEM QUE SÓ QUEREM NEGOCIAR COM RICARDO

fig01e2011Policiais que participam do Fórum Permanente de Entidades de Segurança Pública da Paraíba decidiram marcar uma nova reunião para discutir o indicativo de greve e estão irredutíveis quanto à negociação somente com o governador Ricardo Coutinho sobre a questão da chamada ‘PEC dos Policiais’.

Em Assembleia que terminou no fim da tarde desta quarta-feira (2), os policiais decidiram marcar um novo encontro para a próxima quinta-feira (10) e assim dar tempo para que o governador Ricardo Coutinho possa atendê-los.

O coronel Maquir Alves Cordeiro, presidente da Caixa Beneficente dos Oficiais de Praças da Polícia Militar da Paraíba, disse que Ricardo deve deixar o palanque, sentar na cadeira de governador e discutir os problemas da segurança pública com as entidades representativas dos policiais.

fig01f2011Já o deputado federal Major Fábio disse que as categorias querem ser atendidas pelo governador e que os recursos que deveriam ser destinados aos reajustes dos policiais devem ser aplicados ao pagamento.

Os policiais elegeram o próximo dia 13 de fevereiro, o dia de luta em prol do aumento dos policiais. O Forum Permanente de Entidades de Segurança Pública da Paráiba é formada por cerca de dez entidades representativas das categorias da área da Segurança.

Após a Assembleia, os manifestantes sairam em passeata pelas ruas do Centro de João Pessoa que terminou na Praça dos Três Poderes.

Os policiais protestam pelo cumprimento de uma Lei que equiparou os salários da Polícia da Paraíba com a do Estado de Sergipe. O pagamento dos reajustes no entanto não será efetuado devido a uma decisão liminar suspendendo os efeitos da Lei, do juiz Antônio Eimar, da 6ª Vara da Fazenda.

Fonte
Correio da Paraíba
Luciana Rodrigues, com informações de Márcia