Você está aqui
Home > 2011 ARQUIVO HISTÓRICO > Paraíba tem 54 mil vigilantes clandestinos

Paraíba tem 54 mil vigilantes clandestinos

O número de vigilantes clandestinos que oferecem segurança privada aos paraibanos chega a 54 mil. Para cada vigilante regularizado com curso de formação (18 mil), há três que atuam irregularmente na Paraíba, de acordo com estimativa da Federação Nacional dos Vigilantes (Fenav). Do total de vigilantes regulares, quatro mil estão trabalhando atualmente nas empresas de segurança privada, segundo o Sindicato das Empresas de Segurança Privada da Paraíba (Sindesp-PB). Esse número chega a 42% do efetivo da Polícia Militar (9.370 homens) no Estado. A PM estuda plano para capacitação e legalização do serviço dos conhecidos como “guardas de apito”.

Atualmente há 22 empresas de segurança privada cadastradas na Paraíba, de acordo com o presidente do Sindesp-PB, Elson Batista Ramos. “Não só os estabelecimentos privados, mas as residências têm procurado muito a segurança privada, principalmente na última década. A quantidade de assaltos tem sido grande, então as pessoas muitas vezes se sentem desprotegidas”, disse. Ainda de acordo com Elson, para cada empresa regularizada neste ramo dentro do Estado, há pelo menos duas que atuam irregularmente nos diversos da Capital e de outras cidades.

Moradores de bairros de João Pessoa utilizam o serviço sem saber se estão ou não regularizados junto à Polícia Federal (PF) e afirmam que o baixo valor cobrado por algumas empresas é atrativo para contratar o serviço. “Nós pagamos apenas R$ 10 ao mês e de qualquer forma é um tipo de proteção para nossa casa”, afirmou a dona de casa Isabele dos Santos.

JORNAL CORREIO DA PARAÍBA
Cidades

Top