Você está aqui
Home > 2013 ARQUIVO HISTÓRICO > O ESTADÃO DIZ QUE VIOLÊNCIA HOMICIDA NA PARAÍBA CRESCEU 202,3% POR 100 MIL HABITANTES NO ÚLTIMO ANO

O ESTADÃO DIZ QUE VIOLÊNCIA HOMICIDA NA PARAÍBA CRESCEU 202,3% POR 100 MIL HABITANTES NO ÚLTIMO ANO

bastadeviolencia2013Em dez anos, a violência homicida no Brasil migrou do Sudeste para o Nor¬deste. Entre os 5,6 mil municípios do País, 15 ultra¬passaram a marca de 100 mor¬tes por 100 mil habitantes, re¬vela o Mapa da Violência 2013 – Homicídios e Juventude no Brasil, com base no Data SUS.

O Mapa da Violência mostra que, na Paraíba, a taxa de homicí¬dios por 100 mil habitantes cres¬ceu 202,3%. No Rio Grande do Norte, 190,2%. Como em toda a violên¬cia no País, essa mudança tam¬bém atinge principalmente os jovens.

Em 2011, dez cidades do Nordeste e três do Norte atingiram a marca de mais de 100 homicídios por 100 mil habitantes – acima de 10 a taxa é considera¬da epidêmica. Em 2010, apenas Simões Filho, na Bahia, registra¬ra esse índice.

A epidemia de assassinatos que atinge o Nordeste pode ser traduzida pelos números das ca¬pitais. Em 1999, Salvador era a área metropolitana mais tran¬quila do País. Em 12 anos, pulou para a 3ª colocação – a taxa de homicídios passou de 7,9 por 100 mil para 69 por 100 mil. Maceió, a 1a do ranking hoje, com 111 assassinatos por 100 mil, era apenas a 14a há 12 anos.
FONTE:
Redação – jornal o Estadão

Top