Você está aqui
Home > 2009 ARQUIVO HISTÓRICO > NEM OS POLICIAIS ESCAPAM DA VIOLÊNCIA – NOTA DE SOLIDARIEDADE

NEM OS POLICIAIS ESCAPAM DA VIOLÊNCIA – NOTA DE SOLIDARIEDADE

antonioalvares2009A Diretoria do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba – SSPC/PB, vem de público se solidarizar com a família do colega, amigo e irmão Policial Civil, Antonio Álvares de Farias – Delegado de Policia Civil de Carreira da Paraíba, o qual foi vítima de tentativa de homicídio na noite de ontem, sendo alvejado por dois tiros disparados por bandidos, quando Farias tentava impedir que um casal fosse assaltado pela referida dupla de marginais, fato ocorrido no conjunto residencial Ernesto Geisel em João Pessoa /PB, graças a Deus, Farias encontra-se em recuperação.

Não faz muito tempo nós nos orgulhávamos de ser nossa cidade uma das mais pacatas do Brasil. Hoje a insegurança, fomentada pela sensação de impunidade, pelo abandono da educação, saúde, falta de moradia, trabalho e dos princípios morais, éticos e religiosos, vem evoluindo a violência em patamar intolerável.

A esta altura, o cidadão não encontra paz, na escola, no trabalho, nas ruas, na zona rural e nem quando se entrega a comunhão com Deus, visto, pois, que o mais novo alvo dos bandidos é o assalto em templos religiosos, quando os mesmos se aproveitam do fato de que os freqüentadores não se encontram armados e, com isso, torna-se impossível qualquer reação.

Nossa legislação penal é totalmente paternalista e privilegia o criminoso que, se preso, obrigatoriamente, tem direitos incalculáveis, como assistência jurídica, médica, dentária e psicológica; alimentação variada e balanceada por nutricionistas, e, inclusive um prêmio chamado “AUXILIO RECLUSÃO” pago pela previdência social.

“É necessário que a população se mobilize. Os bandidos não temem e nem respeitam as polícias e nem a Deus, que Brasil é este”, Concluiu Antonio Erivaldo Henrique de Sousa presidente do SSPCPB.

Top