Você está aqui
Home > 2009 ARQUIVO HISTÓRICO > NE concentra 25% das organizações criminosas do País

NE concentra 25% das organizações criminosas do País

JORNAL O NORTE

CRIME ORGANIZADO – Ministério Público de todos Estados estão reunidos em João Pessoa discutindo ações conjuntas no combate da criminalidade

Fernanda Medeiros
[email protected]

Desvendar o crime organizado no Brasil. Esta é uma das pautas do 20º encontro do Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) que está reunindo 120 membros dos 30 Ministérios Públicos do País. O evento é realizado no Hotel Verde Green, na praia de Manaíra, até hoje. Em sete anos de atuação do Grupo foram desvendadas mais de 100 organizações criminosas, dessas 25% agiam só no Nordeste. A informação é do presidente do GNCOC, promotor do Rio Grande do Norte, José Augusto de Souza Peres Filho.

Entre os crimes mais comuns está o tráfico de drogas, roubos de cargas, pirataria, adulteração de combustíveis, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Para José Augusto de Souza, o que mais preocupa e dificulta o trabalho investigativo é o envolvimento de pessoas que integram o estado com o crime organizado. “A infiltração de criminosos que conseguem seduzir desde policiais, magistrados, políticos e funcionários públicos de um forma geral tem crescido. Isso torna o nosso trabalho ainda mais difícil”, frisou o presidente.

A procuradora geral de Justiça, Janete Ismael, disse que o Grupo de Ações e Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) tem mostrado grande importância com as operações que são desenvolvidas na Paraíba. “O trabalho de investigação que o procurador e promotores estão realizando vem contribuindo para o bem da sociedade”, disse. Ela revela que a Operação 274, que coibiu o cartel, virou modelo para toda América Latina.

Top