Micarande 2008 marcada pela segurança

INFORMATIVO SSPC/PB

14/04/2008

Micarande 2008 marcada pela segurança

Um final de semana com muita folia foi marcado pela tranqüilidade em Campina Grande. O período da Micarande desde as prévias se transformou em alegria. Desde domingo (06), até o enceramento da festa, o evento contou com a presença de todo efetivo disponível da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil – 2ª DRPC – que efetuaram policiamento ostensivo e preventivo no corredor da folia. A Operação Micarande, além de viaturas, motos e Delegacias Móveis – DEMOV – utilizou ações infiltradas nos blocos.

O saldo foi considerado positivo pelo gerente regional da 2ª DRPC Severiano Pedro do Nascimento Filho. Foram registradas 69 ocorrências, sendo 19 Boletins de Ocorrências, 36 certidões um Flagrante de Ato Infracional, 05 Termos Circunstanciados de Ocorrências – TCO, além de 05 flagrantes.

O registro campeão foi furto de documentos com 32 registros, seguido por lesão corporal 07. Apenas 03 furtos de celulares foram registrados nos plantões centralizados e delegacias móveis. Onze pessoas foram conduzidas à central de polícia. Cinco delas assinaram Termo de Compromisso e se apresentarão à justiça, enquanto seis foram presas.e autuadas em flagrante.

O contingente disponível da 2ª DRPC recebeu todas as noites do evento o reforço de 150 policiais civis da capital.

Não houve registro de homicídio na cidade no período da Micarande. Nenhum carro ou moto foi furtado ou roubado no local da folia, segundo dados dos plantões centralizados e das DEMOV.

Segundo Severiano Pedro, em Campina Grande, apesar da participação de milhares de foliões nos blocos e avenidas. O resultado foi bom, pois não houve registro pela Polícia Civil de ocorrências graves no percurso da folia, informou o delegado.

Severiano ainda disse que o resultado final alcançado nesta operação se deve a uma estratégia montada pela Secretaria da Segurança e Defesa Social – SEDS – especialmente para o carnaval fora de época e seguida com todo o rigor pelos policiais de serviço no evento.

Os plantões centralizados foram considerados normais. Duas equipes comandadas por dois delegados estavam no plantão. Também foi escalada uma delegada para atender ocorrências que envolvessem eventualmente mulheres ou crianças e adolescentes.

Foi comprovado mais uma vez que polícias Civil e Militar estavam atentas e cumpriram seus papéis constitucionais realizando o policiamento na cidade de modo a inibir práticas delituosas.

Apesar da grande multidão presente nos dias da Micarande, a festa transcorreu dentro da ordem, finalizou Severiano Pedro