MAPA DA VIOLÊNCIA NA PARAIBA

fotoLOGjornalCP

1 – A taxa de homicídios na Paraíba entre crianças e adolescentes de até 19 anos aumentou 186,5% em uma década, saltando de 7,5 por 100 mil em 2000 para 21,6 em 2010. Em números absurdos, o crescimento foi de 154,1%, evoluindo de 111 para 282. Na contramão desse crescimento, outros Estados conhecidos pelos altos índices de violência comemoram redução. Em São Paulo, a baixa no total de homicídios foi de 78%, caindo de 2.991 para 651; no Rio de Janeiro, decréscimo de 37,1%, saindo de 1.277 para 803; e em Pernambuco, de 746 para 594, o que implica que os homicídios diminuíram 20,4%.

3% POR CENTO NUNCA MAIS

2 – Os Policiais Civis do Estado da Paraíba continuam decepcionados e revoltados com o último aumento salarial que o governador Ricardo Coutinho concedeu, um percentual de 3% (três por cento), inativos e pensionistas, que hoje recebem os piores salários do Brasil.

COBRAPOL QUESTIONA EXIGÊNCIAS DA PF PARA REGISTRO DE ARMAS DE POLICIAIS APOSENTADOS

3 – A Cobrapol entrará na Justiça contra cobrança aos policiais aposentados de taxa para a renovação do registro de arma de fogo, além de uma série de outras exigências que não são feitas aos policiais que estão na ativa. A relação de documentos e o boleto para o pagamento da taxa estão disponíveis no site da Polícia Federal. Para o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, a cobrança fere a isonomia entre os aposentados e ativos. “Isso é uma maldade com os policiais que sobreviveram ao trabalho e hoje estão aposentados. É como se o policial aposentado tivesse perdido a prerrogativa de ser policial”.

PRESIDENTE DA NCST DEFENDE A MANUTENÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL

4 – “É obvio que o fim do Imposto Sindical contribuirá para a ruína do movimento sindical brasileiro, já combalido por toda forma de ataques, o que certamente colocará os trabalhadores em condições precárias, no que diz respeito à manutenção dos direitos adquiridos e nas relações trabalhistas com os empresários”, disse José Calixto Ramos, Presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST, que defende ainda por todos os meios legais a permanência o art. 8º da Constituição Federal que garante a unicidade sindical.

LUTO

5 – É com grande consternação que o Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba – SSPC/PB lamenta o falecimento do colega Escrivão de Polícia Martinho Batista Guedes da cidade de Aguiar/PB, que faleceu na última quinta-feira dia (19). Todos que fazem o Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba – SSPC/PB, presta suas condolências aos familiares e amigos deste caro companheiro.

PALAVRA DE REFLEXÃO

6 – E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade. 2 Timóteo 2:24-25