Interiorização da violência na PB

Cidades – Paraíba * Domingo, 02 de março de 2008 – B2

Interiorização da violência na PB

Pesquisador explica fenômeno e estudo mostra que 777 paraibanos foram assassinados em um ano

Henriqueta Santiago

O Mapa da violência dos Municípios Brasileiros 2008 revela que está havendo na Paraíba um fenômeno que os pesquisadores estão chamando de interiorização da violência. O estudo, realizado pela Rede de Informação Tecnológica Latino Americana (Ritla) e Instituto Sangari, em parceria com o Ministério da saúde e Ministério da Justiça, mostra que a Paraíba está tendo um aumento geral da violência e a criminalidade está se expandindo para o interior. Segundo a pesuqisa, mais de duas pessoas são executadas por dia, na Paraíba. Foram 777 paraibanos assassinados no estado só em 2006, 638 por armas de fogo.
Segundo o relatório, cinco municípios paraibanos figuram entre os 556 mais violentos do Brasil, que concentram 73,3% das mortes registradas em 2006 e paresentam as maiores taxas de homicídios do país: João Pessoa, Conde, Campina Grande, São Mamede e São Sebastião do Umbuzeiro.