Você está aqui
Home > Destaque1 > FÓRUM DA SEGURANÇA CRITICA PROPOSTA DO GOVERNO E CONVOCA NOVA ASSEMBLEIA; ASSISTA

FÓRUM DA SEGURANÇA CRITICA PROPOSTA DO GOVERNO E CONVOCA NOVA ASSEMBLEIA; ASSISTA

Terminou por volta das 20h30 a reunião de representantes do Fórum das Entidades das Polícias Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros da Paraíba e do Governo do Estado na Secretaria de Segurança e Defesa Social. O resultado foi a rejeição das entidades de policiais à proposta feita pelo Governo. Como resultado dessa recusa, os policiais vão manter a vigília que estão realizando na Praça dos Três Poderes, sairão dos plantões extras e devem comparecer à audiência de conciliação convocada pelo desembargador Leandro dos Santos para o próximo dia 26 de fevereiro, as 9h, na sede do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba. Uma assembleia será convocada para que a categoria se pronuncie sobre a proposta do Governo que foi a mesma apresentada no último dia 5.

“A contraproposta apresentada hoje nada mais é que aquela que foi apresentada no dia 5 de fevereiro. É um verdadeiro absurdo”, disse o presidente da Associação dos Delegados da Paraíba, Stepherson Nogueira.

A mobilização das polícias, com a adoção de “operação tartaruga”, defendida pelo Fórum foi considerada ilegal pelo desembargador Leandro dos Santos,

Confira a nota que foi emitida pelo  Fórum das Polícias Civil e Militar no fim da noite de ontem:

O Fórum das Entidades das Polícias Civil e Militar, que reúne 14 entidades representativas dos policiais civis, militares e do corpo de bombeiros informa o seguinte:

1- No dia 21 de fevereiro de 2020, as 14 entidades foram convidadas pelo Secretário de Segurança para, em nome do Governo, apresentar uma contraproposta. Estavam presentes, além das entidades, o Delegado Geral, Comandante Geral da PM, Comandante Geral dos Bombeiros e Secretário de Administração Penitenciária. Lamentamos a ausência do Governador e de sua equipe econômica, o que demonstra que a vida do policial, realmente, não é tão importante para o Governo;

2- A Contraproposta do Governo só diverge da apresentada no dia 05 de fevereiro de 2020, em relação ao prazo da incorporação de 30% da bolsa, que começaria em janeiro de 2021 em 36 meses, e o aumento de 5% na bolsa do ativo, que passaria de outubro para julho de 2020. Ou seja, para os inativos ou reformados significa NOVE REAIS para um Soldado, OITO REAIS para um Agente de Investigação, e SEIS REAIS para um Agente Operacional.

3- Como é de conhecimento de todos, em face da decretação da ilegalidade das paralisações e greves, estabelecendo multa diária de 500 mil por entidade e 300 mil para o dirigente que não cumprir a determinação, foi designada uma audiência de conciliação para o dia 28 de fevereiro, às 09h, no Tribunal de Justiça, com todas as entidades e o Governo. Nessa ocasião, demonstraremos a inconsistência das repercussões feitas pelo Governo, pois a repercussão da nossa quinta proposta feita pela secretaria de administração e secretaria da fazenda apresenta significativas divergências, sendo que a da fazenda apresenta um impacto superior a 100% do da administração;

4- É de suma importância que todos os Policiais Civis, Militares e Bombeiros compareçam ao chamamento da Assembleia Geral Unificada que será anunciada em breve, pois precisaremos deliberar sobre essa contraproposta, por mais decepcionante e desrespeitosa que seja, pois só as categorias podem dizer se aceitam ou não o que foi proposto;

5- Nunca é demais lembrar que as POLÍCIAS DA PARAÍBA SÃO AS MAIS BEM AVALIADAS DO BRASIL, contudo são as que recebem O PIOR SALÁRIO DO PAÍS;

6- Não entendemos o motivo pelo qual a Paraíba é o único Estado do Nordeste a não remunerar bem suas polícias. Pela última proposta apresentada, provamos que é possível reconhecer esses abnegados policiais, conforme repercussão financeira feita pelo próprio Governo. Diante de tais fatos, comunicamos aos Policiais Civis, Militares e Bombeiros que continuaremos com a vigília, com a orientação de saída do extra, de não mais fazermos propaganda para o Governo e, na semana vindoura, faremos o chamamento da Assembleia Geral Unificada, para que possamos fazer desta, DE FORMA ORDEIRA E PACÍFICA, a maior Assembleia da história da Paraíba, depois da ocorrida em 05 de fevereiro de 2020.

Por fim, gostaríamos de dizer que confiamos na nossa luta, na justeza do pleito, em cada policial que está apoiando e que iremos vencer.

Venha lutar conosco, vamos fazer história.

João Pessoa, 21 de fevereiro de 2020
FÓRUM DAS ENTIDADES DAS POLÍCIAS CIVIL E MILITAR DA PARAÍBA

 

Assista o vídeo:
https://youtu.be/JNnFxU70rKc

 

Fonte: PARLAMENTO PB

Top