Você está aqui
Home > 2013 ARQUIVO HISTÓRICO > FERIADO REGISTRA UM ASSASSINATO A CADA QUATRO HORAS NA GRANDE JOÃO PESSOA; 24 PESSOAS FORAM MORTAS  

FERIADO REGISTRA UM ASSASSINATO A CADA QUATRO HORAS NA GRANDE JOÃO PESSOA; 24 PESSOAS FORAM MORTAS  

2013Um feriado religioso, com um significado todo especial para os cristãos. A mensagem é de paz, renovação e vida, mas apesar de todo este apelo e o reforço policial com a realização de uma Operação Semana Santa, o feriarão foi marcado mesmo com um dos mais violentos da história do Estado. Ao todo, 22 homicídios foram registrados, sem contar as pessoas que foram baleadas, socorridas e sobrevivera.

Os dados são assustadores. Praticamente a cada quatro horas uma pessoa foi assassinada nos últimos quatro dias, somente na região metropolitana de João Pessoa.

A Polícia até que tentou conter a onda de violência com a Operação Semana Santa, como já foi dito acima, reforçando as abordagens, inclusive com a participação do comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, mas o saldo do feriadão foi realmente assustador.

O arcebispo metropolitano da Paraíba, Dom Aldo de Cillo Pagotto, falou com a reportagem do Portal WSCOM ainda no sábado quando a violência já apresentava índices preocupastes. Para ele, a Semana Santa se tornou um feriarão como outro qualquer, que as pessoas aproveitam para beber e fazer farras, o que levar a violência.

“A Semana Santa se tornou igual aos outros feriadões, e as pessoas aproveitam para beber, assim como fazem nos outros feriados, acontecendo assassinatos, farras e confusões”, revelou.

Fonte:
Wscom

Top