ESCÂNDALOS REDUZEM A CONFIANÇA NAS INSTITUIÇÕES DEMOCRÁTICAS

PUBLICIDADE
JORNAL O NORTE

INFORMATIVO SINDICATOS EM AÇÃO

A6 JOÃO PESSOA/PB – TERÇA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2007

ESCÂNDALOS REDUZEM A CONFIANÇA NAS INSTITUIÇÕES DEMOCRÁTICAS


1 – Pesquisa inédita patrocinada pela Fapesp e coordenada pelo cientista político José Alvaro Moisés, da USP (Universidade de São Paulo), realizada em junho de 2006, quando foram feitas 2.004 entrevistas em todo o país constatou que o número de pessoas que dizem preferir a democracia a qualquer outro sistema ficou em 68,1%. Em 1989, eram 51%.
Apesar dessa preferência, 81% das pessoas desconfiam dos partidos, e 76%, do Congresso. “A desconfiança decorre da experiência e da avaliação prática que as pessoas fazem das instituições, diz Moisés.
“É como se os brasileiros dissessem que amam a democracia como um ideal, mas odeiam as instituições porque desconfiam do seu funcionamento prático.” Segundo o professor, de imediato, isso não representa um perigo. Mas, no longo prazo podem surgir problemas.
Moisés –autor do livro “Os Brasileiros e a Democracia”– realiza pesquisas empíricas sobre o tema desde 1989. Para ele, “a democratização não é uma questão de tudo ou nada, democracia ou ditadura. Ela tem de ser vista em termos de uma gradação que afeta a qualidade da democracia”.
O estudo mostra que 31,5% dos entrevistados acreditam que a democracia pode funcionar sem partidos e 28,7% acham que pode funcionar sem o Congresso. Além disso, 51,8% concordam em algum grau com a idéia de que, “quando há uma situação difícil no Brasil, não importa que o governo passe por cima das leis, do Congresso, das instituições para resolver os problemas do país”.
“É extremamente preocupante que cerca 1/3 dos cidadãos brasileiros desprezem os meios de se fazer representar no sistema político”, afirma o cientista político.
A pesquisa também testou o grau de desconfiança entre as pessoas. Com exceção da família, ou de colegas das mesmas igrejas, as pessoas têm pouca confiança nos brasileiros, nos colegas de trabalho e nos vizinhos. As três instituições em que mais se confia são bombeiros (86,1%), Igreja (75,3%) e Exército (61,4%).
Corrupção
Os brasileiros tendem a ser muito críticos com a corrupção dos políticos. Mas seriam bem mais lenientes se fossem colocados na mesma situação. Enquanto 97,6% condenam o desvio de recursos públicos para uso em campanha eleitoral, 19,4% dizem que, se fossem políticos, fariam caixa 2 “se não tivesse outro jeito”, 6,3% fariam às vezes e 4% fariam sempre.
Moisés conclui que a corrupção “é o sinal mais evidente de que a qualidade da democracia ainda está em questão”.


LEI DE GREVE PARA SERVIÇO PÚBLICO


2 – Proposta fixa multa de até R$ 30 mil por dia em caso de greve abusiva. O SINDICATO DOS SERVIDORES DA POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DA PARAÍBA – SSPC/PB faz criticas ao famigerado projeto, e conclama as entidades sindicais para uma grande mobilização nacional, reforma sindical e trabalhista retira direitos dos trabalhadores conquistados as dura penas, através das grandes mobilizações e greves dos trabalhadores em geral.

ADQUIRA SEU CELULAR OI JÁ!


O Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba – SSPC/PB, informa aos policiais civis que ainda não adquiriram seu telefone celular OI, se dirijam à sede do SSPC/PB, na avenida General Osório nº 90 centro João Pessoa, com R$ 50,00 de crédito para ligar de OI para OI extra grupo ao valor de R$ 0,17 o minuto, e dentro do grupo use e abuse das ligações pois não tem tarifamento, valor total da fatura mensal de R$ 59,83, maiores informações com Vilson ou Targino, Telefones 3241.7033 ou 3241 8103.