Eitel recebe policiais civis

INFORMATIVO SSPC/PB

JOÃO PESSOA/PB – QUARTA-FEIRA, 07 DE MAIO DE 2008

Eitel recebe policiais civis

O Secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Estado, Eitel Santiago de Brito Pereira, juntamente com representantes da Secretaria de Administração, receberam na noite de ontem, terça-feira, por volta das 20:30 hs, representantes das entidades associativas e sindicais do Grupo Ocupacional Polícia Civil – GPC-600, para retomada do diálogo sobre as reivindicações da categoria. Os representantes dos servidores de nível médio e delegados procuraram o chefe da pasta para debater propostas concretas sobre o Projeto do Novo Estatuto da Polícia Civil, ora denominado de LOPC/PB – Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado da Paraíba.

O eixo principal da audiência com o titular da SEDS Eitel Santiago de Brito Pereira, foram os principais pontos acordados na reunião ocorrida há cerca de duas semanas com o Governador Cássio Rodrigues da Cunha Lima, com o SSPC/PB – Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba, ASPOCEP – Associação dos Servidores da Polícia Cientifica do Estado da Paraíba, APC/PB – Associação Paraibana Criminalística ADEPOL/PB – Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado da Paraíba, FEPCEP – Federação dos Policiais Civis do Estado da Paraíba. Os pontos que foram discutidos, sobre quais não houve acordo pelo Governador durante a reunião, a exemplo de 50% de salário dos delegados para o nível médio e equiparação imediata de vencimentos entre ativos e inativos, mas ambas reivindicações continuam sendo defendidas e negociadas pelo SSPC/PB.

Informou Carlos Alberto Gomes da Costa presidente da ASPOCEP, que a audiência com Eitel Santiago e representantes da Administração Estadual foi de grande valia, pois houve avanços significativos, sobre a reivindicação do Ingresso nos quadros da polícia civil através de concurso público, com a exigência do Nível Superior para os cargos que hoje se pede a escolaridade pedagógica de segundo grau. Já Antonio Erivaldo presidente do SSPC/PB e Joelson presidente da APC/PB, disseram que outro ponto que avançou muito, após uma ampla discussão foi a questão da aposentadoria com proventos integrais, como garante a Lei Complementar Federal, 51/85, lembrou Francisco Camilo representante da COBRAPOL na Paraíba que as entidades acima foram as únicas, que apresentaram ontem, propostas e ajustes para melhorar o projeto da tão sonhada Lei Orgânica para polícia civil paraibana, que será levado à Assembléia Legislativa ainda este mês, e será um marco histórico, tanto para polícia civil, como para á administração de Eitel Santiago. “SSPC/PB – UMA VOZ QUE NÃO CALA EM DEFESA DO POLICIAL CIVIL!”.