Você está aqui
Home > 2013 ARQUIVO HISTÓRICO > DIRCEU, GENOINO E DELÚBIO DEIXAM A PAPUDA E SEGUEM PARA PRISÃO DE REGIME SEMIABERTO  

DIRCEU, GENOINO E DELÚBIO DEIXAM A PAPUDA E SEGUEM PARA PRISÃO DE REGIME SEMIABERTO  

fig25c10h2013
O juiz Ademar de Vasconcelos, titular da Vara de Execução Penal do Distrito Federal, decidiu no final da tarde desta segunda-feira que José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares deixam a instalação de regime fechado do Complexo Penitenciário da Papuda e vão para a instalação prisional de regime semiaberto. Ainda nesta segunda-feira eles seguem para o Centro de Progressão Penitenciária (CPP). As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

Mais cedo, o advogado do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, José Luís de Oliveira, se reuniu com Vasconcelos e entregou o pedido por cumprimento da pena por seu cliente em regime semiaberto. O advogado visitou seu cliente no começo da tarde desta segunda-feira no Complexo da Papuda, quando informou que iria se encontrar com o juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal para entregar a petição. Dirceu está cumprindo pena de sete anos e 11 meses por corrupção ativa. Penas inferiores a oito anos são cumpridas em regime semiaberto.

– Cada minuto que meu cliente fica no regime fechado é um ato de ilegalidade. Eu pude constatar, ao visitar meu cliente, que ele se encontra sereno, sabedor da situação dele. José Dirceu é um homem que tem força interior para enfrentar a situação. Mas o fato é que meu cliente, que foi condenado ao regime semiaberto, conforme o próprio presidente do STF declarou em sessão plenária, se encontra em regime fechado. Estou a caminho do juiz de execuções penais, para relatar a ele e despachar uma petição – disse Oliveira, antes de ingressar com o pedido.

Fonte:
Click/PB

Top