COBRAPOL PARTICIPA DE REUNIÃO SOBRE REGISTRO DE ARMA – POLICIAIS APOSENTADOS

Nesta última quinta-feira (17/11), por iniciativa do Deputado Federal Gonzaga Patriota PSB/PE, o Senhor Ministro da Justiça recebeu em seu gabinete os representantes dos policiais federais (FENADEPOL e FENAPEF), dos policiais civis (COBRAPOL) e dos policiais rodoviários federais (FENAPRF), para reiterar o pedido sobre o registro de arma para policiais aposentados, formalizado pelo deputado Gonzaga Patriota em 2012 junto ao então Ministro José Eduardo Cardozo.
O deputado explicou ao Ministro Alexandre Moraes as razões para alterar o prazo de validade do registro da arma, passando dos atuais três para cinco anos.
O diretor parlamentar da FENAPRF, Renato Dias, que representou o presidente Pedro Cavalcanti, aproveitou a oportunidade para solicitar que, assim como ocorre com o porte de arma para os policiais aposentados, o registro de arma também passasse a ser de responsabilidade de cada Instituição Policial, respectiva. Pois, hoje a PF está sobrecarregada com diversas demandas, razões pelas quais se leva de três a seis meses para se registrar uma arma.
O Ministro sinalizou de forma positiva às duas propostas alegando que o controle continuaria com o SINARM, podendo cada força policial cuidar dos seus policiais.
Os policiais aposentados do Brasil, especialmente os PRFs, agradecem ao deputado Gonzaga e ao Ministro por abraçar essa demanda justa e antiga.

Fonte: Agência FenaPRF/COBRAPOL