Policiais pressionam o governo

FOLHA DIRIGIDAwww.folhadirigida.com.br Um jornal especializado em concursos, Educação e Recursos Humanos 15 a 21 de abril de 2002 Polícia Civil da Paraíba: Sindicato reivindica concurso Policiais Civis da Paraíba estão reivindicando melhoria salarial ao Governo, mas ainda não há nada definido sobre paralisação, como vem ocorrendo no país.

Militar descarta greve e Civil faz reivindicações

O  NORTEJoão Pessoa/PB, Sexta-feira, 20 de julho de 2001 Geral PAGINA 05 Militar descarta greve e Civil faz reivindicações >>JOÃO PESSOA >>POLICIAL DA PARAÍBA >>Girlan Idalino O presidente do Clube dos Oficiais da Paraíba, coronel Francisco de Assis da Silva, disse não ter tido conhecimento de nenhum movimento marcado para o dia 15 de agosto, em Belo

Policiais civis decidem greve dia 21

Jornal da ParaíbaCampina Grande,Quinta -feira, 19 de julho de 2001 Cidades PAGINA 07  Policiais civis decidem greve dia 21 >>JOÃO PESSOA  >>da reportagem localA possibilidade de uma greve por parte da Polícia Civil do estado pode se concretizar, caso o governo não reconsidere o congelamento da Gratificação de Atividade Especial (GAE), que está  deixando a

Policial vira anotador de B.O. em delegascia / Situação no interior é pior / SSP não confirma melhorias

Jornal da ParaíbaCampina Grande, domingo, 03 de junho de 2001 Cidades PAGINA 03 DENÚNCIA/Sindicato dos Servidore da Polícia Civil  afirma que assessores são nomeados para assumir função sem passar por cursos Policial vira anotador de B.O. em delegacia >>JOÃO PESSOA >>LEANDRO RAMALHO >>da reportagem local Para o promotor Rogério Lucas, um dos coordenadores do Caimp, é a investigação

Auxiliares trabalham como Policiais / Há 12 anos sem concurso

Jornal da ParaíbaCampina Grande, terça-feira, 22 de maio de 2001Cidades   PAGINA 07 SEM COLETES Sindicato dos Servidores da Polícia Civil denuncia que policiais não contam com armas SEGURANÇA Estado não tem efetivo para operação divisa de fronteiras >>JOÃO PESSÕA  >>da reportagem local O Estado da Paraíba integrará a Operação Divisa, uma ação permanente que será realizada com as

Estado não tem efetivo para operação divisa de fronteiras” / “Sindicato quer melhorias”

Jornal da ParaíbaCampina Grande, terça-feira, 22 de maio de 2001Cidades   PAGINA 07 SEM COLETES Sindicato dos Servidores da Polícia Civil denuncia que policiais não contam com armas SEGURANÇA Estado não tem efetivo para operação divisa de fronteiras >>JOÃO PESSÕA  >>da reportagem local O Estado da Paraíba integrará a Operação Divisa, uma ação permanente que será realizada com as

Polícia Civil aponta caos na Segurança

         A Segurança Pública da Paraíba vive um estado de calamidade, na avaliação do presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado, Antônio Erivaldo Henrique de Sousa. Ele aponta deficiência de pessoal. armamento e equipamentos, além dos baixos salários dos policiais de um modo geral, como causas do que

SINDICATO DA POLÍCIA CIVIL DENUNCIA CAOS NA SEGURANÇA DA PARAÍBA

>>CAMPINA GRANDE  >>ROGÉRIO OLIVEIRA >>da reportagem local    A segurança da Paraíba está um caos". A avaliação é do presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba (SSPC/PB), Antônio Erivaldo Henrique Souza. Para ele, a causa do trabalho ineficiente é a falta de pessoal. armamentos, viaturas e material de

Salário é um dos menores do País

Salário é um dos menores do País        O policial da Paraíba recebe um dos menores salários do País. O vencimento  básico de um delegado é de R$ 447.40 e acrescido de gratificações,  totaliza R$ 1.095,00. Os delegados paraibanos São, portanto, os que percebem os menores salários da federação. Os profissionais

DELEGADO DIZ QUE SINDICATO ESTÁ EQUIVOCADO”

DEFASAGEM Sindicato diz que a Polícia Civil precisa contratar 4.500 pessoas  João Pessoa da reportagem local      O presidente do Sindicato dos  Servidores  da Polícia Civil na Paraíba (SPPC-PB), Antônio Erivaldo Henrique de Souza, declarou ontem que a Polícia Civil (PC) está trabalhando com apenas 21% do contingente necessário para o Estado. Segundo ele,