Você está aqui
Home > 2005 ARQUIVO HISTÓRICO > Cássio poderá ser indiciado por descumprir decisão judicial

Cássio poderá ser indiciado por descumprir decisão judicial

CORREIO DA PARAÍBA

CIDADES
Paraíba B-5*
Terça-feira, 22, de fevereiro de 2005

SINDICATO EM DESTAQUE
[email protected]

 

Cássio poderá ser indiciado por descumprir decisão judicial

Em face do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba – SSPC/PB, até a presente data não ter recebido qualquer informação por parte do Governador Cássio Cunha Lima, quanto a suspensão do pagamento de 1/3 de férias sobre a remuneração normal dos policiais civis que gozaram férias a partir de outubro/2004, e não receberam em seus contracheques, tal silêncio, fez com que advogado do Sindicato José Claudemy Tavares Soares, requeresse ao Tribunal de Justiça do Estado no Mandado de Segurança nº 8881993006469-6001, que seja remetido ofício ao Governador do Estado e ao Secretário da Administração Estadual, para que em caráter de urgência, faça o pagamento do acréscimo de  1/3 sobre as férias, dos associados do impetrante. O Descumprimento da decisão judicial proferida nos autos do citado mandado de segurança é de total desrespeito ao Poder Judiciário. O Advogado do SSPC/PB requereu ainda ao Relator do processo, que caso o Governador não dê cumprimento imediato a sentença que já foi transita em julgado, seja remetido cópias do processo em epígrafe a Procuradoria Geral de Justiça, para a devida apuração da prática de crime de Improbidade Administrativa e desobediência de ordem judicial. O Presidente do SSPC/PB, Antonio Erivaldo Henrique de Sousa, lembra que o Governador Cássio em seu discurso de campanha ao governo do Estado, prometia que todas as decisões judiciais seriam cumpridas, mas até agora o que se observa é totalmente o contrário.
Top