Você está aqui
Home > 2004 ARQUIVO HISTÓRICO > Cássio nomeia aprovados em concurso

Cássio nomeia aprovados em concurso

CORREIO DA PARAÍBA

Economia

 Paraíba. Terça-feira, 20 de abril de 2004

Cássio nomeia aprovados em concurso. Dos 1.161 classificados para a Polícia Civil, apenas 9% serão empossados pelo governador

Renata Ferreira
  A nomeação de 108 aprovados no concurso público da Polícia Civil do Estado, que será realizada hoje, às 10h00, deve atrair protestos. O Fórum dos Concursados, entidade criada depois do processo seletivo, pretende realizar uma mobilização em frente ao Palácio da Redenção, no Centro da Capital, onde será efetivada a contratação dos classificados.
Eles reclamam que o Governo estadual prometeu nomear todos os aprovados até 31 de março deste ano, o que não aconteceu. Os 108 primeiros contratados representam apenas 9% do total de classificados no concurso da Polícia Civil (que aprovou 1.161 candidatos). Em sinal de protesto, os representantes do Fórum dos Concursados e integrantes do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil devem expor faixas em frente ao Palácio da Redenção.
Na última quarta-feira (14) Cássio Cunha Lima garantiu, em pronunciamento no programa de rádio “Boa Dia Governador”, que o Estado contratará todos os que foram treinados e preparados para assumir suas funções na Polícia Civil. Entretanto, apesar do concurso ter classificado mais de mil pessoas, apenas 595 participaram do curso preparatório realizado pela Academia de Polícia da Paraíba, iniciado em setembro de 2003. Esses alcançaram o número de vagas previstas no edital do concurso. Os demais classificados também puderam matricular-se, mas ainda não foram convocados.
Os nomeados hoje alcançaram os 36 primeiros lugares dos cargos de delegado, escrivão e agente. A assessoria de imprensa do governo garantiu que os demais classificados serão contratados nos próximos meses.
O concurso da Polícia Civil foi o maior já realizado pela Comvest (Comissão Permanente do Vestibular), de acordo com dados da própria comissão divulgados pela assessoria de imprensa do Governo. O processo seletivo – iniciado em julho do ano passado e formado por seis etapas – atraiu 54 mil candidatos.
Top