Você está aqui
Home > 2008 ARQUIVO HISTÓRICO > Abrasel pede à Secretaria de Segurança Pública ‘sistema de pânico’

Abrasel pede à Secretaria de Segurança Pública ‘sistema de pânico’

fotoLOGjornalCP

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) na Paraíba, Edilson Sobreira, se diz indignado com a onda de arrastões que vem acontecendo nos estabelecimentos da orla e até em bairros, e lembra que no ano passado, quando houve situação semelhante, a Secretaria de Defesa Social do Estado (Sedes) prometeu intensificar o policiamento com maior quantidade rondas e melhor acesso ao número de denúncia 190, no entanto, as medidas duraram pouco tempo. “De fato houve o aumento das rondas e o 190 funcionou bem por um tempo, mas depois tudo voltou ao que era antes. Nossa preocupação aumenta com a chegada do verão e aumento do movimento, principalmente de turistas”, reclamou Edilson.
Sobreira disse que ainda nesse mesmo momento foi proposto pela Abrasel um sistema denominado “Pânico”, que consiste na implementação de uma integração direta entre os restaurantes e a Central de Polícia através de um sistema de alarme que possa ser ativado em situações de risco, sem precisar passar pela triagem do 190. Ao ser acionada, a Polícia saberia exatamente onde o problema estaria acontecendo e poderia agir rapidamente.
Para os donos de bares e restaurantes a situação está assustadora. “Caso a situação não seja resolvida em curto espaço de tempo, nós não vamos poder oferecer segurança, nem para os empregados nem para os clientes que frequentam os estabelecimentos”, disse o presidente do Sindicato Patronal de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, Odelino Medeiros, adiantando que o clima de insegurança tende a causar grandes prejuízos a categoria.
Ontem à tarde, donos de restaurantes apresentaram a proposta ao secretário de Defesa Social, Eitel Santiago, reivindicando mais segurança. No encontro, ficou definido um reforço do policiamento em toda a orla, nas imediações dos restaurantes. O secretário também se comprometeu a aprofundar as investigações, que estão sendo feitas pelo serviço de inteligência da polícia para capturar os bandidos. Anunciou que haverá a realização da Operação Verão no litoral.
Na noite do último domingo mais um restaurante foi assaltado em João Pessoa: o Osaka, localizado no bairro de Tambaú, de onde os assaltantes levaram R$ 10 mil e o carro do proprietário, além de celulares, relógios e documentos.

Top