A DESPEDIDA

Comoção e cobrança por justiça marcaram o velório de Diogo Nascimento Sousa, de 34 anos, que morreu no último domingo após ser atropelado enquanto fazia blitz da Lei Seca, no bairro do Bessa, em João Pessoa.
O corpo do agente foi velado no ginásio da Escola Técnica do Estado, no bairro de Mangabeira, e contou com a presença de servidores do Detran e de outros órgãos de trânsito de Estado, como a Superintendência de Mobilidade Urbana da capital e do município de Cabedelo, Batalhão de Policiamento de Trânsito e Polícia Rodoviária Federal.
Por volta das 16h, o corpo de Diogo Nascimento foi levado para o cemitério, no bairro do Cristo, no caminhão do Corpo de Bombeiros, e foi sepultado sob comoção de familiares e amigos por volta às 16h50 sob aplausos e cobrança por justiça para a punição do suspeito de ter atropelado o servidor.

Fonte: Jornal Correio da Paraíba