Você está aqui
Home > 2012 ARQUIVO HISTÓRICO > 16 DE ABRIL PARALISAÇÃO NACIONAL

16 DE ABRIL PARALISAÇÃO NACIONAL

Na manhã da última sexta-feira os policiais civis reunidos em Assembleia geral na sede do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba – SSPC/PB, decidiram por unanimidade pela ratificação da paralisação nacional dos policiais civis aprovada pela Confederação dos Trabalhadores Policiais Civis – COBRAPOL, para o dia 16 de abril do corrente ano. Os sindicatos de policiais civis de vinte e quatro Estados da federação também decidiram pela paralização. O movimento paredista será uma advertência ao Governo Federal e aos governos Estaduais pela valorização do bom policial, veja pauta:

a) Instituir Carreira Única nas Polícias Civis;

b) Lei Orgânica Nacional;

c) Aprovação do PL 554 do Executivo Federal (Aposentadoria Especial com Paridade e Integralidade);

d) Regulamentação do Direito de Greve do Policial;

e) Aprovação da PEC 446/300 que institui constitucionalmente um Piso Salarial Nacional e

f) Criação do Ministério da Segurança Publica.

ATO PÚBLICO

atopublico2012

Na parte da tarde os policiais civis e demais servidores públicos do Estado lotaram a praça dos três poderes em João Pessoa, e realizaram um grande ato em protesto às politicas de desvalorização dos servidores públicos estaduais implantadas pelo governador do Estado Ricardo Coutinho. O ato contou com a participação de mais de 20 sindicatos e o movimento foi pacifico e ordeiro.

INSATISFAÇÃO DOS POLICIAIS CIVIS

erivinsatisfação2012O presidente do SSPC/PB Antônio Erivaldo em nome dos policiais civis ativos, inativos e pensionistas denunciou a insatisfação da classe que em janeiro recebeu um reajuste linear de 3% (três por cento), além da falta de respeito do governo para com os servidores da polícia civil que tem requerido de forma individual documentos pessoais para pleitear junto a justiça seus direitos e tem sido negado o fornecimento, a exemplo das fichas financeiras. Tal fato lembra a famigerada época da ditadura e das baionetas.

“Não Há Segurança sem valorização do bom policial!”.

Top